Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Saiba tudo sobre a Olimpíada Brasileira de Física

Conteúdo

Como participar da Olimpíada Brasileira de Física?

Podem participar da Olimpíada Brasileira de Física estudantes de instituições de ensino em que houver pelo menos um professor credenciado. Para credenciar-se, o professor deverá preencher o cadastro de inscrição online de acordo com o calendário da OBF aprovado e publicado na página de divulgação digital da OBF de cada ano.

Para acessar a página da OBF 2022, clique aqui.

Como funciona a Olimpíada Brasileira de Física?

A OBF é dividida em níveis: nível 1 (para 8° e 9° anos), nível 2 (para 1° e 2° anos) e nível 3 (3° ano) e acontece em 3 fases (2 teóricas, e uma teórica+experimental). A primeira fase é feita na própria escola. A segunda e a terceira são feitas em centros de aplicação no seu estado.

Para conferir mais detalhes sobre cada fase, clique aqui. Podem participar da Olimpíada Brasileira de Física estudantes de instituições de ensino em que houver pelo menos um professor credenciado. Para credenciar-se, o professor deverá preencher o cadastro de inscrição online de acordo com o calendário da OBF aprovado e publicado na página de divulgação digital da OBF de cada ano.

Para acessar a página da OBF 2022, clique aqui. Confira o edital da OBF aqui.

Quem pode participar da Olimpíada Brasileira de Física?

Podem participar estudantes que matriculados no 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e nas 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio e estudantes da 4ª série do Ensino Técnico e que não tenham ingressado em curso de Ensino Superior. 

O que cai na Olimpíada Brasileira de Física?

O que cai na Olimpíada Brasileira de Física (OBF)

Nível 1

1. Matemática Básica

  • Álgebra fundamental
  • Geometria plana
  • Noções de geometria espacial

2. Mecânica Clássica – Cinemática

  • Movimento uniforme
  • Movimento uniformemente variado
  • Movimento em campo gravitacional uniforme: queda livre e lançamentos
  • Conceito de vetores
  • Operações com vetores: soma, subtração e multiplicação de um vetor por uma grandeza escalar
  • Cinemática vetorial

3. Conceitos de astronomia

  • Movimentos de rotação e translação
  • Estações do ano
  • Fases lunares e eclipses 

4. Mecânica Clássica – Dinâmica:

  • Conceito de massa e inércia
  • Leis de Newton
  • Conceito e formas de energia
  • Conservação de energia

5. Termologia

  • Formas de energia, conservação da energia 
  • Calor e temperatura
  • Escalas termométricas
  • Calorimetria

Nível 2

1. Mecânica Clássica: 

  • Cinemática
  • Leis de Newton
  • Trabalho e energia 
  • Sistemas conservativos e não-conservativos, potência e rendimento
  • Impulso e quantidade de movimento
  • Gravitação universal
  • Estática e dinâmica de corpos extensos
  • Hidrostática
  • Hidrodinâmica 

2. Termologia

  • Termometria e escalas termométricas
  • Calorimetria e mudanças de fase; 
  • Dilatação de sólidos e líquidos; 
  • Propagação do calor; 
  • Teoria cinética; 
  • 1ª e 2ª leis da Termodinâmica.

3. Óptica Geométrica: 

  • Princípios básicos; 
  • Leis da reflexão e aplicações (espelhos planos e esféricos); 
  • Leis da refração e aplicações (dioptros, lentes e instrumentos ópticos).

4. Oscilações e Ondas: 

  • Pêndulo simples, sistema massa-mola (MHS);
  • Ondas periódicas: transversais e longitudinais;
  • Propagação, reflexão e refração; 
  • Difração, interferência e polarização.

Nivel 3

1. Eletromagnetismo: 

  • Carga elétrica e lei de Coulomb; 
  • Campo e potencial elétrico; 
  • Corrente e resistência elétrica, lei de Ohm; 
  • Trabalho e potência em corrente contínua; 
  • Geradores e receptores; 
  • Fenômenos magnéticos; 
  • Lei de Ampère; 
  • Indução Eletromagnética; 
  • Corrente alternada; 
  • Ondas Eletromagnéticas.

2. Física Moderna: 

  • Relatividade Restrita; 
  • Modelo atômico de Bohr; 
  • Dualidade onda partícula; 
  • Física Nuclear-radiatividade; 
  • Fusão nuclear; 
  • Fissão nuclear.

Além disso, os níveis 1 e 2 requerem conhecimentos em física experimental (para a terceira fase).
Você pode acessar todas as informações sobre o Conteúdo Programático aqui.

Como estudar para a Olimpíada Brasileira de Física?

O grande segredo para medalhar na OBF é ter uma boa coleção, ver todas as matérias do edital, planejar seu estudo e fazer provas antigas. 

1.  Planeje seu estudo

Anote e tenha em mente as datas de cada fase. Tenha noção de quanto tempo você tem até cada uma. Além disso, determine as matérias que você é mais fraco e que mais caem na olimpíada e certifique-se de focar nelas. Estabeleça metas e prioridades nos seus estudos (você não precisa saber todas as matérias em todas as fases!).

2. Tenha uma boa coleção

Nós recomendamos o Tópicos de Física como coleção base para a sua preparação.

3. Assista aulas de todos os assuntos

É impossível ir bem na Olimpíada Brasileira de Física sem aprender as matérias do edital de ponta a ponta. A Desmoq resolve esse problema: na plataforma você encontra aulas gravadas de todos os assuntos que podem cair na prova, de todos os níveis.

4. Faça provas antigas

Você pode conferir todas as provas antigas no próprio site da olimpíada. Porém, mais importante que fazer elas, é corrigi-las. Você pode conferir a resolução das provas antigas da OBF no nosso canal do YouTube (solução em vídeo) site do NOIC (solução escrita).

Como são as fases da Olimpíada Brasileira de Física?

A OBF acontece em 3 fases (2 teóricas, e uma teórica + experimental). A primeira fase é feita na própria escola. A segunda e a terceira são feitas em centros de aplicação no seu estado. 

Primeira fase

  • Teórica
  • 4 horas
  • 20 questões objetivas
  • Realizado na própria escola

Segunda fase:

  • Teórica
  • 4 horas
  • 8 questões dissertativas
  • Realizado em centros de aplicação

Terceira fase:

  • Teórica + experimental
  • 4 horas para a teórica e 4 horas para a experimental
  • As duas provas são feitas no mesmo dia (uma pela manhã e uma pela tarde)
  • Teórica: 8 questões dissertativas
    Experimental: aproximadamente 4 partes 
  • Realizado em centros de aplicação
Relacionado

Plataformas